O que faz um Escrivão da Polícia Civil?

Saiba tudo sobre o que faz um Escrivão da Polícia Civil. Cargo com salário acima de R$ 4 mil exige nível superior em qualquer área.

Conheça os cursos da Casa para a Polícia Civil

Quem acompanha o Blog da Casa, já tá sabendo que foi aberto concurso para Escrivão da Polícia Civil de Minas Gerais. Por isso, que tal começar a se informar sobre as carreiras policiais do Estado?

Por exemplo, você sabe o que faz um Escrivão da Polícia Civil? Não?! Não tem problema, a gente explica tudinho com base no edital. Bora saber mais sobre esse cargo, cuja remuneração inicial ultrapassa os R$ 4 mil, podendo chegar a mais de R$ 13 mil ao longo da carreira!

O que é preciso para ser Escrivão?

De acordo com o edital de abertura de vagas para a PC-MG, são requisitos:

  • ter sido aprovado, classificado, em ordem decrescente de pontuação, e nomeado na forma estabelecida no edital do concurso público;
  • ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse;
  • ser brasileiro nato, naturalizado ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto da Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do artigo 12, §1º, da Constituição Federal;
  • estar em dia com as obrigações eleitorais e, em caso de candidato do sexo masculino, também, com as militares;
  • estar em pleno exercício de seus direitos civis e políticos;
  • possuir curso superior estabelecido como pré-requisito, a ser comprovado mediante a entrega de cópia autenticada do diploma ou certidão expedida por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, na data da posse.

Que maravilha, hein?! Veja só que interessante: dois requisitos bem importantes serão exigidos somente na data da posse. Tanto a idade mínima, quanto a escolaridade.

O que faz um Escrivão da Polícia Civil-MG?

Agora chegou a hora de você saber quais as tarefas dessa profissão tão importante para o nosso país, atuando na Segurança Pública. Segundo o edital, estão entre as atribuições do Escrivão:

  • registrar em termo declarações, depoimentos e informações de autores, suspeitos, vítimas, testemunhas, adolescente infrator e demais pessoas envolvidas nos procedimentos de polícia judiciária, mediante inquirição do Delegado de Polícia competente, cooperando na formulação das perguntas a serem respondidas;
  • lavrar os autos de prisão em flagrante, sob a presidência e direção do Delegado de Polícia, e expedir as respectivas comunicações pertinentes às prisões;
  • realizar a autuação, movimentação, remessa e recebimento dos inquéritos policiais, processos e demais procedimentos legais;
  • formalizar autos e termos de apreensões, depósitos, restituições, fianças, acareações e reconhecimentos de pessoas e coisas, dentre outros previstos na legislação processual penal, alusivos aos procedimentos investigatórios, utilizando-se de técnicas de digitação, ressalvados os atos próprios da autoridade policial;
  • expedir e subscrever notificações, intimações, ofícios, ordens de serviço, requisições e outros atos atinentes ao desenvolvimento dos inquéritos policiais, termos circunstanciados de ocorrência, processos e procedimentos de ato infracional e disciplinares, por ordem escrita do Delegado de Polícia competente;
  • certificar a autenticidade de documentos no âmbito da PC-MG;
  • cooperar com as investigações em curso na unidade policial por meio do efetivo desempenho de atividades técnicas de gestão e análise técnico-científica e do processamento eletrônico dos dados e informações existentes em bancos de dados e outros registros cartorários;
  • assessorar o Delegado de Polícia ao qual estiver subordinado quanto aos prazos, técnicas e formalidades legais dos procedimentos de polícia judiciária e demais atividades jurídicas desenvolvidas no âmbito do cartório policial;
  • coordenar, sob a direção e presidência do Delegado de Polícia, os atos dos procedimentos investigatórios previstos em lei e adotar normas técnicas e jurídicas para o cumprimento das formalidades processuais;
  • acompanhar o Delegado de Polícia em operações policiais e outras diligências externas, quando determinado;
  • realizar a gestão do cartório policial sob sua responsabilidade.

Ufa! Quantas atividades hein?! Agora que você já sabe tudo sobre o cargo de Escrivão, a gente tem uma dica infalível para você passar nesse concurso. É isso mesmo! A Casa tem vários cursos para você que quer ser nomeado na Polícia Civil!

Razões para fazer o curso Escrivão da Polícia Civil!

Com os cursos da Casa para o cargo de Escrivão da Polícia Civil, você tem tudo de que precisa para detonar na prova do concurso. E o melhor: quando o edital for publicado, o curso é automaticamente atualizado, mas quem adquire antes não paga nada a mais pelo upgrade.

SUPERTIME DE PROFESSORES: Você vai aprender com os melhores professores do Brasil. Um supertime que já aprovou mais de 38.000 alunos em todo o país.

QUESTÕES GRÁTIS: Sabia que todo aluno da Casa tem acesso grátis à Casa das Questões? Sim! São mais de 50 mil questões comentadas e corrigidas em vídeo pelos professores da Casa. Tudo isso para turbinar seus estudos!

FACILIDADES DE PAGAMENTO: Na Casa, você pode parcelar seu curso em até 6x sem juros no cartão de crédito, podendo chegar a até 12x com acréscimo. Não tem cartão? Você pode parcelar em até 4x sem juros no boleto bancário.

Partiu conhecer os cursos da Casa?!

Conheça os cursos para a Polícia Civil

Um comentário em “O que faz um Escrivão da Polícia Civil?

  • 13 de outubro de 2017 a 13:16
    Permalink

    concurso pc sc escrivao vcs já tem material?

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *